Pin It
sexta-feira, abril 28, 2017
Home > Itapevi > Igor assina protocolo para reduzir mortes no trânsito em Itapevi

Igor assina protocolo para reduzir mortes no trânsito em Itapevi

Objetivo da Prefeitura é conseguir recursos para a construção de uma passarela entre a estação Itapevi e a Praça Carlos de Castro

 

O prefeito Igor Soares assinou nesta terça-feira (14) um protocolo de intenções com o Governo do Estado de São Paulo para reduzir número de acidentes e óbitos no trânsito de Itapevi. A assinatura aconteceu em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes.

 

Pelo acordo, o governo prevê repasse de R$ 100 milhões para 52 municípios que integram o programa “VIDA: Dê Preferência – Movimento Paulista de Segurança no Trânsito”. “Estas cidades representam 63% dos acidentes no Estado. A maior parte é na área urbana ou dentro da cidade”, afirmou o governador Geraldo Alckmin.

 

Os repasses para cada cidade ainda não foram definidos. O objetivo da Prefeitura de Itapevi é conseguir recursos para a construção de uma passarela entre a estação Itapevi e a Praça Carlos de Castro.

“Precisamos acabar com a passagem de nível em frente à estação, que coloca em risco a vida dos pedestres e ainda prejudica a fluidez do trânsito na região central”, afirmou Igor, que discursou em nome dos demais prefeitos presentes à cerimônia.

 

Estatísticas

Investir na diminuição de acidentes no trânsito, disse Igor, resulta diretamente em economia na saúde. “Em Itapevi, 58% dos óbitos registrados em 2016 foram em unidades hospitalares. Se diminuirmos o número de ocorrências, vamos ajudar diretamente na qualidade da saúde”, afirmou o prefeito.

 

Itapevi registrou 19 mortes no trânsito em 2016 – sendo nove de pedestres, cinco motociclistas, três automóveis e uma vítima não especificada.

 

No Brasil, as mortes em acidentes trânsito representam a terceira causa no Brasil e a primeira entre os jovens. No ano passado, foram registradas 13 mortes no trânsito para cada 100 mil habitantes. A meta é reduzir para 8,7 até 2020. O índice de homicídios é de 8,7 para cada 100 mil habitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *