Pin It
domingo, outubro 22, 2017
Home > Itapevi > Prefeitura dobra número de caixas coletoras de óleo em Itapevi

Prefeitura dobra número de caixas coletoras de óleo em Itapevi

Administração quer aumentar de 3 mil para 5 mil litros coleta de óleo de cozinha usado em 2017

A Prefeitura de Itapevi dobrou o número de pontos de coleta de óleo de cozinha usado. Nesta quarta (17), a administração disponibilizou seis novas caixas coletoras em toda a cidade, totalizando 12 dispositivos no município.

Os moradores devem descartar o óleo de cozinha usado em garrafas pets, que serão depositadas nas caixas coletoras. Após o recolhimento e destinação adequada do óleo, a garrafa é destinada à reciclagem e a matéria-prima é transformada em biocombustível.  O óleo descartado é recolhido por funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente uma vez por semana nos pontos de coleta.

Nos restaurantes, o recolhimento é feita em até 24 horas quando a pasta é comunicada com antecedência. A Secretaria de Meio Ambiente disponibiliza uma ficha de adesão ao PROL para que o óleo de cozinha seja recolhido no próprio estabelecimento – são fornecidos galões aos cadastrados.

Iniciado em 2015, o PROL (Programa de Reciclagem de Óleo de Fritura), desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Itapevi, coletou no ano passado 3 mil litros do material. Neste ano, com o dobro de pontos, o objetivo é chegar a até 5 mil litros.

“Um litro de óleo de fritura que chega nos rios e lagos polui mais de 25 mil litros de água. Então, é importante que aqueles que trabalham com grandes volumes nos procurem e também os pontos de coleta para descartar adequadamente o material”, explica Maicon Cardoso, diretor de Meio Ambiente de Itapevi.

Quando o óleo de cozinha é descartado no ralo ou na pia, provoca entupimento e aumenta os custos de limpeza nas caixas de gordura das residências, além de contaminar o meio ambiente.

“A prática é prejudicial porque contribui para aumentar a proliferação de ratos e outros vetores transmissores de doença”, explica Maria Fernanda Campos, gestora ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e responsável pelo programa.

Atualmente, a multa para quem descartar irregularmente o óleo de cozinha é de R$ 1.860,00. Em caso de reincidência, o valor é dobrado.

Para saber mais sobre o descarte do óleo de cozinha usado, basta procurar a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Rua Padre Manfredo Schubiger, 94 – Jardim Christianopolis), entrar em contato pelos telefones 4205-4345 ou 4205-4345 ou ainda pelo e-mail sma@itapevi.sp.gov.br.

Veja quais são os 12 pontos de coleta do óleo de cozinha usado: 

Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Rua Escolástica Chaluppe,154 – Centro)

SENAI Itapevi (Avenida Pedro Paulino, 825 – Cohab)

Ginásio de Esportes (Avenida Rubens Caramez, 1000 – Centro)

CRAS Vila Cardoso (Rua Rosângela Mariana Limas, 266 – Vila Aurora)

Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Emprego (Avenida Presidente Vargas, 376 – Centro)

Viveiro Municipal (Rua Manoel Alves Mendes, 125 – Centro)

Novos

CRAS Jardim Maristela (Avenida Pedro Paulino, 422 – Cohab 1)

Itapevi Center (Rodovia Engenheiro Rene Benedito da Silva, 200 – Cohab)

Paço Municipal (Avenida Joaquim Nunes, 65 – Centro)

Secretaria de Educação e Cultura (Rua Professor Irineu Chaluppe, 65 – Centro)

Comunidade Santa Paula (Rua Cajámangas, 139 – Chácara Vitápolis)

Paróquia Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças (Rua André Cavanha, 180 – Vila Cardoso)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *