Pin It
sexta-feira, dezembro 14, 2018
Home > Barueri > Barueri realiza 1º Festival de Dança Breaking em 2 de junho

Barueri realiza 1º Festival de Dança Breaking em 2 de junho

A cultura hip-hop invadirá a cidade de Barueri. No dia 2 de junho será realizado, do meio-dia às 20h, no ginásio de esportes Sérgio Honda (rua da Prata, 1, Boa Vista), o 1º Festival de Dança Breaking de Barueri.

O Festival Boom Breaking, organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri, consiste numa mostra de caráter competitivo para difundir e valorizar o trabalho desenvolvido pela nova geração de dançarinos de breaking e hip-hop. Essa modalidade de dança foi também reconhecida e inserida nos Jogos Olímpicos da Juventude, que acontecerão na Argentina ainda neste ano.

 

O evento receberá equipes de todo o país, que passarão por uma seletiva visando selecionar 16 delas. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no dia do Festival do meio-dia até 15h. Além de troféus, os prêmios somam R$ 5 mil em dinheiro, que serão distribuídos da seguinte forma: R$ 3 mil para a primeira classificação; R$ 1.500 para a segunda melhor equipe; e R$ 500 para a terceira.

O Festival de Dança será coordenado pelo MC Jodson do Nascimento Silva, o Joul, integrante da organização Matéria Rima. Ele é arte-educador e responsável em adaptar os conteúdos das disciplinas escolares e os temas transversais à cultura hip hop. Para aquecer o clima, o tricampeão brasileiro de Hip Hop, DJ Tano, comandará as pick ups.

Os jurados premiarão as apresentações que incorporarem movimentos únicos e originais, estilos de dança breaking, composição coreográfica, carisma e intensidade. Serão levados ainda em consideração performance, criatividade, composição coreográfica, autoconfiança, técnica, musicalidade, sincronização e dificuldade de execução de autênticos estilos de dança de rua.

“A cidade de Barueri, preocupada em promover a Cultura de Paz, sabe que a melhor maneira para isso é garantir os direitos da criança e do adolescente e, com eles, contemplar a cultura da diversidade e dos anseios do público do hip-hop”, destaca Joul.

Para ele, a Secretaria de Cultura e Turismo quer com esse evento que a sociedade olhe para esses jovens, muitas vezes discriminados, como dançarinos e atletas saudáveis. “Investir nessa modalidade é investir em saúde e, o melhor, dar opção para que essa juventude ocupe seu tempo com atividades saudáveis mantendo-os longe da criminalidade e da drogadição”, afirmou.

Mais informações na Secretaria de Cultura e Turismo, pelo telefone 4199-1600.

__

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *