Pin It
segunda-feira, dezembro 17, 2018
Home > Itapevi > Itapevi lança programa Novo Emprego no dia 21 de novembro

Itapevi lança programa Novo Emprego no dia 21 de novembro

Ao todo, 130 pessoas foram selecionadas para trabalhar em iniciativas públicas

A Prefeitura de Itapevi realiza no dia 21 de novembro, às 9h30, o lançamento do programa municipal Emergencial de Auxílio Desemprego, conhecido também como “Novo Emprego”. O evento acontece na sede da administração municipal (Rua Agostinho Ferreira Campos, 675 – Vila Nova Itapevi). A solenidade será também de assinatura do termo de adesão de 130 novos trabalhadores que atuarão na iniciativa pública.

Em julho deste ano, a Prefeitura publicou no Diário Oficial o decreto nº 5.385, que definiu os critérios para os interessados em participar do programa, gerenciado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico com apoio da Secretaria de Administração de Tecnologia de Itapevi.

O Novo Emprego tem por finalidade a assistência social e econômica, bem como a primeira inserção ou a recolocação do mercado de trabalho, por meio do exercício de atividades profissionais básicas dentro da administração pública. A iniciativa tem ainda como objetivo proporcionar a qualificação profissional e de renda a até 430 trabalhadores integrantes da população desempregada residentes na cidade de Itapevi.

O participante do programa tem direito aos seguintes benefícios: 1) recebimento de bolsa auxílio-desemprego; 2) recebimento mensal de auxílio-transporte; 3) recebimento mensal de auxílio-alimentação; e 4) seguro de acidente pessoal e participação em palestras, cursos de qualificação profissional e/ou alfabetização definidos pela Prefeitura.

O novo decreto determinou que a inscrição para o programa fosse realizada via processo seletivo, divulgado em Diário Oficial, e junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Avenida Presidente Vargas, 376 – Vila Nova Itapevi). O processo seletivo aconteceu entre os dias 8 e 11 de outubro deste ano.

Para obter mais informações sobre os futuros processos seletivos, o telefone para contato é 4143-8888 e o e-mail sec.emprego@itapevi.sp.gov.br.

Como participar?

Os interessados devem se enquadrar nas seguintes categorias: 1) Estar em situação de desemprego igual ou superior a 1 (um) ano, desde que não seja beneficiário de seguro-desemprego ou qualquer outro programa assistencial; 2) Possuir residência, pelo período de 2 anos, no mínimo, em local de onde o interessado realizará as atividades disponibilizadas pelo programa, no caso em Itapevi; e; 3) Alistamento de apenas 1 (um) beneficiário por núcleo familiar.

A comprovação da situação de desemprego deve acontecer com a apresentação do documento original da CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social). Já a comprovação de residência com a apresentação de algum dos seguintes documentos: 1) Cópia de conta de água ou de luz; 2) Cópia de conta de telefone fixo ou móvel (se possuir linha); 3) Cópia de alguma correspondência que tenha recebido no local e em seu nome; ou 4) Cópia do Título de Eleitor do Município de Itapevi.

Quanto à comprovação da situação de desemprego ou de que o interessado não seja beneficiário de seguro-desemprego ou qualquer outro programa assistencial será verificado e checado diretamente pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, através dos sistemas eletrônicos de consulta disponibilizados pelo Governo Federal.

No caso do número de inscritos ser maior que o número de vagas existentes, o processo seletivo terá os seguintes critérios: 1) maiores encargos familiares, que se define como o resultado da divisão da renda familiar pelo número de membros da família; 2) maior número de filhos; 3) arrimo de família, que se define pela situação do bolsista não possuir, na família, outra pessoa com renda; e 4) maior tempo de desemprego.

Após a seleção, respeitado o número de vagas, será celebrado Termo de Adesão ao Programa. A participação no Programa “Novo Emprego” não acarreta vínculo empregatício entre a Prefeitura e o bolsista.

Jornada de Trabalho

A jornada diária de atividades será de oito horas, sempre com intervalo de 1h para descanso e refeição, 5 dias por semana, podendo ser realizada no período noturno. O bolsista, ao longo da sua jornada de atividade, e conforme dias e horas pré-estabelecidos pela Prefeitura, deverá participar de cursos de qualificação profissional ou de alfabetização, ou ainda em palestras.

A participação do bolsista no Programa “Novo Emprego” terá prazo de duração de 12 meses, podendo ser renovado por igual período.

Vagas oferecidas

As atividades para o  “Novo Emprego” atendem às seguintes atividades: limpeza, pintura, varrição, coleta de lixo, portaria, copa e cozinha, capinagem, jardinagem, manutenção em geral, eletricista, encanador, operador de máquinas, motorista, atendimento e auxílio nas práticas desportivas e culturais, ascensorista, bem como o exercício de atividades administrativas básicas (atendimento telefônico, atendimento de pessoas e triagem, arquivo e organização de documentos, elaboração de simples relatórios sobre o assunto e o andamento de procedimentos, auxiliar de escritório, envio e recebimento de documentos em geral e outras atividades administrativas básicas que não envolvam funções de gerência, chefia ou direção).

Cuidados para não perder a bolsa

O bolsista deverá cumprir algumas exigências para não perder a bolsa. São eles: 1) não comparecimento ao início das atividades; 2) não comparecimento às palestras, nos cursos de qualificação profissional e/ou alfabetização, realizados pela Prefeitura; 3) quando adotar comportamento inadequado ao funcionamento do programa ou atuar em desvio de função; e 4) conseguir recolocação profissional no mercado formal.

O bolsista que se ausentar ou não comparecer às atividades designadas por 5 ausências contínuas ou 10 intercaladas, estará automaticamente excluído deste programa. A justificativa deverá ser apresentada por escrito, acompanhada do documento do motivo da causa da ausência ao responsável pelo apontamento das presenças, sempre no primeiro dia útil subsequente a ausência.

A Prefeitura também criou uma Comissão de Acompanhamento e Fiscalização, de caráter apurativo, deliberativo e consultivo, para acompanhar, avaliar e analisar os procedimentos do processo seletivo, bem como as adesões e exclusões dos bolsistas, e ainda apurar se as atividades realizadas pelos bolsistas estão de acordo com a finalidade e o objeto do programa, bem como do Termo de Adesão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *