Pin It
terça-feira, agosto 20, 2019
Home > Itapevi > Sabesp realizará obras de rede de esgoto na região central de Itapevi

Sabesp realizará obras de rede de esgoto na região central de Itapevi

Intervenções começam no entorno da Praça 18; segunda fase será na Avenida Rubens Caramez

A pedido da Prefeitura de Itapevi, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) dará início às obras de remanejamento no sistema de drenagem de esgotamento na região central. O investimento da concessionária será de aproximadamente R$ 900 mil e as intervenções começam na próxima segunda-feira (10).

Na primeira etapa, a ser executada em 30 dias, a partir de 10 de junho, a Sabesp interditará o entorno da Praça 18 de Fevereiro.

Na sequência, as obras serão realizadas na Avenida Rubens Caramez, no trecho entre a Praça Carlos de Castro e a Praça 18 de Fevereiro. Entre os dias 10 de julho e 15 de agosto, a via ficará interditada a partir da rua Clara Caluzzo Piazza.

A tubulação atual é de 150mm em manilha de barro e passará de 200mm ou 300mm em PVC, dependendo do trecho.

“As obras garantirão melhora na vazão do esgoto”, destaca Agnaldo Jesus, encarregado da Sabesp.

A previsão da companhia é que as obras sejam finalizadas em até 75 dias, inclusive com recapeamento das vias. Neste período, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) auxiliará a Sabesp a sinalizar os desvios de trânsito na região.

Água encanada no Monte Serrat

As obras no Centro se somam às intervenções em andamento no Monte Serrat, onde desde o início de maio estão sendo executados trabalho para garantir o acesso dos moradores à água encanada.

A ação da Sabesp é resultado direto do empenho da Prefeitura, que em 2017 cobrou mais atenção da companhia para o fornecimento de água nos bairros Monte Serrat, Amador Bueno, Quatro Encruzilhadas e o Polo Industrial de Ambuitá.

Com investimento de R$ 1 milhão, as intervenções irão beneficiar mais de oito mil moradores da região, que atualmente recebem água de caminhões pipa.

Essa é a primeira etapa da obra, que prevê a implantação de tubulação e redes num trecho de aproximadamente três quilômetros, segundo Aurélio Fiorindo Filho, superintendente da Sabesp.

A benfeitoria se tornou possível a partir da implantação, em 2018, do Sistema São Lourenço de Abastecimento, que atende 2 milhões de pessoas na Grande São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *