Pin It
domingo, julho 21, 2019
Home > Barueri > Barueri realizou 513 castrações de cães e gatos neste mês

Barueri realizou 513 castrações de cães e gatos neste mês

A Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema) realizou do dia 12 a 14 de junho, no Parque Municipal, a castração de 513 animais. Destes, 278 são cães, sendo 180 fêmeas e 98 machos. Entre os 235 gatos, foram 147 fêmeas e 88 machos. O número total de responsáveis ausentes foi de 77, dentre os 590 agendados.

 

A castração ocorreu somente com os animais que os munícipes agendaram junto à Sema para o procedimento. Nas datas e horários previamente agendados, os donos compareceram ao Parque com seus animais para uma avaliação com o profissional veterinário que liberava ou não o cão ou gato para a cirurgia. Caso o animal não esteja bem e realize a castração, ele pode vir a óbito, então o dono é orientado a tratá-lo para que esteja apto à cirurgia.

 

Quando o animal apresenta condições favoráveis, ele é encaminhado para cirurgia. Após o bicho ser liberado, o dono deve colocar uma roupa especifica para evitar o contato do animal com os pontos e fornecer medicação para o tratamento pós-operatório. Os donos que não dispõem da roupa e da medicação podem adquiri-los no próprio Parque, em um quiosque próximo ao local da cirurgia.

 

Segundo Thais Mayumi Takassi, de 31 anos, a ideia e o atendimento foram bons. “Eu gostei bastante, acho que Barueri veio a somar com essa iniciativa, nem todas as famílias têm condições de estar pagando um valor muito alto. Eu acho que os municípios têm a ganhar bastante com isso e quanto ao atendimento, os funcionários foram bem atenciosos, todo mundo foi bem prestativo”, comentou a munícipe.

 

A castração é um procedimento que visa tanto reduzir a quantidade de animais abandonados ou em vulnerabilidade, quanto melhorar a saúde e a qualidade de vida dos mesmos. Segundo a médica veterinária Eveline de Oliveira Pascoaline, a importância da campanha de castração, de início, é o controle populacional, diminuir o número de animais na rua. “A gente evita a transmissão de doenças entre os próprios animais, dos animais para o ser humano, que são as zoonoses, e também acidentes envolvendo mordeduras e de trânsito. Além de diminuir a chance de a fêmea desenvolver tumores mamários, esse animal, ao longo dos anos, não vai desenvolver a Piometra, que é a infecção uterina, e nos machos diminuem as chances de tumores de próstata”, comentou sobre outros benefícios.

 

A veterinária ainda alerta que o uso de anticoncepcional não é recomendado, porque é um hormônio a mais para o organismo do animal, isso ao longo dos anos pode gerar infecção uterina, que é a Piometra, e também os tumores mamários. “Há relatos de casos que às vezes com apenas uma aplicação do Anticio, seja em felinos ou em caninos, já é o bastante para desencadear a infecção uterina. Então o recomendado mesmo é a esterilização cirúrgica, que é um procedimento rápido e que dura para o resta da vida do animal”, afirmou, reforçando a importância da castração e o risco do contraceptivo.

 

No mês de agosto serão abertas novas vagas para o agendamento de castração. Ele deverá ser realizado através de telefones que ainda serão divulgados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *